55 51 2103.1323 Rua Vilela Tavares, 63 - São João - Porto Alegre/RS | veja nossas filiais

Mídia

Grupo Darcy Pacheco apresenta cronograma para o Maior Transporte Rodoviário do País.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícia públicada no Jornal O Farrapo, de Triunfo, no sábado, 18 de agosto de 2012.

 

 

 

Definido esquema para transporte de peças gigantes em rodovias gaúchas

Peças viajarão os 67km de Triunfo a Canoas em quatro dias e forte esquema de escolta está armado para evitar acidentes.

Um encontro realizado nesta terça-feira em Porto Alegre definiu o esquema que transportará quatro peças de 8,5 metros de comprimento para a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, na região metropolitana. A viagem rodoviária começará no porto de Triunfo. O trecho de 67km será percorrido em quatro dias, entre 12 e 16 de setembro, e deverá até inverter sentido de alguns trechos rodoviários durante a passagem dos veículos.

Na reunião, representantes de diversas empresas e órgãos fiscalizadores concluíram que a locomoção será após a Expointer e e ficará entre os feriados de 7 e 20 de setembro. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanhará no trecho de rodovia nacional, enquanto a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) guiará na estrada regional. Dentro dos municípios de Triunfo e Canoas, Brigada Militar (BM) e empresa municipal de trânsito ficarão responsáveis pelo controle.

As viagens ocorrerão durante o dia, para facilitar a visibilidade. Como as peças possuem 8,5 metros, será necessário fechar algumas rodovias. Na BR-386, entre as duas cidades, o sentido deverá ser invertido em uma das faixas, para fluir o tráfego.

— Fico muito feliz pela conclusão deste projeto. Éramos mais de 60 pessoas na reunião e conseguimos um consenso e isso é muito raro para um procedimento tão amplo — comemorou Newvani Cirolini Correa, gerente de logística da Darcy Pacheco, responsável pelo transporte.

Ainda no porto de Rio Grande, as quatro peças deverão ser deslocadas para Triunfo, por balsa, na próxima semana. A expectativa é que a Receita Federal libere a carga até sexta-feira. As quatro peças fazem parte de um programa de expansão da Refap.

Fonte: ZERO HORA

Pacote de infraestrutura espera atrair capital privado de R$ 60 bi em 5 anos

A presidente Dilma Rousseff espera atrair investimentos privados de R$ 60 bilhões, nos próximos cinco anos, para melhorar a infraestrutura rodoviária e ferroviária do País.

Batizado de Plano Nacional de Logística Integrada, o pacote de medidas que começa a ser anunciado nesta quarta-feira tem valor total estimado entre R$ 80 bilhões e R$ 90 bilhões, incluindo as obras em portos e aeroportos, mas a intenção do governo é canalizar a maior parte da verba nos primeiros cinco anos.

O volume de recursos não embute, porém, o custo do trem de alta velocidade (TAV), que também está no pacote a ser lançado amanhã por Dilma, em solenidade no Palácio do Planalto, com a participação dos mais importantes empresários do País. O trem-bala vai ligar as cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro.

A ideia do governo é fazer concessões para obras em rodovias e ferrovias pelo prazo de 25 anos. Na prática, o plano prevê a concessão de 8 mil quilômetros de rodovias no Centro-Oeste, no Sudeste, no Nordeste e até no Norte – dos quais 6 mil referentes à duplicação -, além da construção de novos trechos. Os serviços serão executados pela iniciativa privada.

O pacote será anunciado em etapas e também estabelece a concessão de pelo menos 8 mil quilômetros de ferrovias. Dois desses trechos já foram definidos: o Ferroanel de São Paulo, ligando Campo Limpo Paulista ao Porto de Santos, e a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste. O sistema não seguirá o mesmo modelo planejado para as rodovias e o governo nega que se trate de privatização.

Seguindo a estratégia de “fatiar” as medidas, Dilma pretende anunciar investimentos da iniciativa privada em portos no próximo dia 29 de agosto, em aeroportos no dia 5 de setembro e as desonerações de impostos na tarifa de energia elétrica logo em seguida, no dia 12.

‘Pibinho’

Todo o esforço de Dilma é para criar uma agenda positiva que impulsione o crescimento e faça “girar a economia”, termo usado com frequência no Palácio do Planalto. A presidente quer evitar que a previsão pessimista para 2013 se transforme em realidade.

Dilma já disse à equipe econômica que fará tudo o que estiver ao seu alcance para impedir a repetição do “pibinho” de 2,7% do ano passado, embora as expectativas do mercado sejam até menores do que esse índice.

O governo aposta nos investimentos em infraestrutura para interligar toda a malha rodoviária e ferroviária do País e ajudar o escoamento da produção, que enfrenta inúmeros gargalos. Levantamento feito pelo Ministério dos Transportes mostrou que as ferrovias estão totalmente sucateadas e precisam ser reconstruídas.

A intenção da presidente é criar meios disponíveis para que a produção brasileira chegue aos portos. A ênfase não é na arrecadação, mas, sim, em garantir que sejam feitos investimentos nas estradas.

“Essa política de investimentos vai ser expressa tanto por meio de concessão como por outros marcos regulatórios, como as parcerias público-privadas”, disse Dilma, no mês passado, ao comentar as medidas.

A expectativa inicial era de que a presidente primeiro se reunisse com os empresários, hoje, e somente amanhã anunciasse o plano de logística. Com receio de “vazamentos”, porém, ela decidiu fazer a reunião com os empresários e o anúncio no mesmo dia.

 

Fonte: Grandes Construções

Curso de Brigada de Incêndio

No dia 04 de Agosto de 2012, foi concluído com sucesso o curso de Brigada de Incêndio do Grupo Darcy Pacheco.

O objetivo do curso é estabelecer as condições mínimas para a composição, formação, implantação, treinamento da brigada de incêndio para atuação em edificações e áreas de risco no Grupo Darcy Pacheco, na prevenção e no combate de incêndio, abandono de área e primeiros socorros, visando, em caso de sinistro, proteger a vida e o patrimônio do Grupo Darcy, reduzir os danos ao meio ambiente, até a chegada do socorro especializado, momento em que poderá atuar no apoio.

 

Confira as fotos:

We cannot display this gallery

 

Obra do aeromóvel bloqueia trânsito na saída do aeroporto Salgado Filho

Obras que fazem parte do projeto de implantação do aeromóvel no aeroporto Salgado Filho, na Capital, paralisam neste sábado o trânsito na alça de acesso à Avenida Farrapos. A interrupção no fluxo, que começou por volta das 11h, deve durar até as 18h.

Agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) orientam os motoristas no local. Diego Schmidt, da PRF, explica que os motoristas impedidos de entrarem na Farrapos devem seguir em direção a Canoas e fazer o retorno pela BR-290.

De acordo com o engenheiro Diego Abs, da empresa Aeromóvel Brasil, cada uma das vigas mede 14 metros de comprimento e pesa 50 toneladas. Neste sábado, devem ser instaladas de duas a três dessas estruturas, dependendo do andamento do trabalho.

Fonte: ZERO HORA